Pastor Marco : Descubra sua identidade em Cristo

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Descubra sua identidade em Cristo

Quando uma criança nasce, os pais vão até um cartório a fim de registrar sua existência, quando então é emitida
a Certidão de Nascimento. Essa certidão identifica que a criança agora tem uma família, uma identidade. E cada um de
nós temos um documento de identidade – o RG, BI ou a Carteira de Identidade – que, quando solicitado, é apresentado
a uma autoridade. Este documento mostra que você é alguém perante a sociedade.
 O mesmo ocorre quando temos um encontro com Jesus, recebendo-o como Senhor e Salvador da nossa vida. Nos arrependemos dos nossos pecados e recebemos também uma “nova identidade” em Cristo. Eu e você somos uma nova criatura. Um filho ou uma filha de Deus. No início, você pode não se sentir assim, mas à medida que seu relacionamento com Jesus torna-se mais intenso, logo perceberá que mais que uma criatura, é agora um filho ou uma filha de Deus. A partir dessa nova realidade, tudo muda, tudo se transforma. Você é também agora um discípulo de Cristo. Seus pensamentos, sentimentos e ações se dão a partir dessa nova e real identidade em Cristo. Satisfeito e pleno com sua nova identidade? Que bom! E caso duvide dessa nova posição, a Bíblia está repleta de verdades acerca dessa sua identidade em Cristo, de quem você é. Só como exemplo, leia João 1.12, Gálatas 4.4-7 e 1 João 3.1. Deus não apenas nos salva, nos
perdoa e nos regenera em seu Espírito Santo para nos enviar a um lugar
específico já preparado por Ele. Aliás, esse lugar só existe porque Ele nos amou primeiro, e por isso decidiu criá-lo. Não haveria sentido, a meu ver, criar o Éden ou o Céu para que uma vez lá, Deus não se relacionasse conosco. Por meio de sua morte e seu sacrifício, Jesus Cristo, nos reconciliou com o Pai, nos tornando também seus filhos. Traduzindo: fomos adotados, em amor. “Vou fazer de vocês meus filhos. Vocês serão meus para sempre”. Essa é a realidade do Pai e do Filho. Somos agora tratados como filhos e filhas de Deus, em respeito, ternura,
fidelidade e amor. Não é maravilhoso? O afeto do Pai Em João 5.20, Jesus disse: “O Pai ama o Filho”. Ele não precisou “enfeitar” as palavras. Jesus sabia que seu Pai tinha um enorme afeto por sua pessoa, e por isso, se sentia amado, protegido, assistido, acalentado e preparado para cumprir a missão que lhe fora designado: a de se entregar por nós na cruz em amor.   Jesus era totalmente devotado, entregue a seu Pai. Sentiase à vontade para se dirigir a Ele em oração. E todo bom pai (pai e mãe) está sempre pronto a ouvir seus filhos e suas filhas. Deus é seu Pai? Você compreende que foi aceito por Ele? Sabe que é amado como sendo seu filho? Diz o Salmo
103.3: “Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem.” Você percebe o quanto está seguro por ser filho dele? O quanto está protegido?
 Se vamos viver realmente como discípulos plenamente devotados a
Cristo, precisamos aprender a caminhar em amor. Nosso Pai Celestial quer que aceitemos seu amor, partilhando-o livremente com outras pessoas. E aí
está o grande desafio: VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE PRECISA EXPERIMENTAR O AMOR DO PAI NESTE MOMENTO? O QUE
VOCÊ PODE FAZER NOS PRÓXIMOS DIAS PARA PARTILHAR DESSE AMOR DO PAI COM  ESSA PESSOA?
 Adaptado do livro Quem é você de Bill Hybels.

2 comentários:

  1. Graça e paz!
    Vim conhecer seu Blog e tive uma grata surpresa, pois é muito boa sua iniciativa.
    Já estou seguindo.
    Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
    Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas, experiências ministeriais e pessoais de uma mulher simples como eu.
    Fique na paz e que o Senhor abençôe você e toda sua família.
    Abração!!!

    ResponderEliminar
  2. Lucas paula disse...
    Amem pastor, q DEUS possa derramar mais e mais no seu miniterio ....

    abraços lucas
    tribo de Naftali - http://tribodenaftali.blogspot.com/
    luckpaula@hotmail.com

    ResponderEliminar